Blog

  • Home

Minha história com a poesia começou com a leitura.

Numa faxina em casa, junto com milhões de álbuns de fotografias, encontrei um fichário da minha mãe com poesias do meu pai de quando eles eram um casal de namorados apaixonados.

Aquele foi o meu primeiro contato com os versos. E eles carregavam em cada rima o meu DNA.


Fui uma criança ávida por leitura. Costumava alinhar meus livros na varanda, colocá-los de frente para o meu quadro-negro e fingir que cada um deles era um aluno. Minha coleção de Folclore Brasileiro foi minha primeira escolinha. Eu aprendia com os livros enquanto brincava de ensiná-los.


Durante o lockdown, recebi da minha querida amiga Louise um dos livros favoritos dela para ler (e ainda não devolvi. Mas tá em casa separadinho, viu, Lou?). O “livro da capa azul” chegou num envelope cheio de amor e me trouxe tantas alegrias…
A alegria de receber carta pelo correio √
A alegria de ler um bilhetinho escrito por uma pessoa querida √
A alegria de ler poemas deliciosos √

2
O livro da capa azul se chama, na verdade, Alguns leões falam e foi escrito por Anderson Aníbal, um mineiro que é autor, dramaturgo e diretor de teatro. E eu me apaixonei pelos textos dele na primeira página.

1

Divido aqui com vocês dois dos meus favoritos.

Deixa aqui embaixo nos comentários a indicação de um livro inesquecível que mudou a sua vida? Quero saber o título e o impacto que teve em você!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *